Boa notícia para viajantes e milheiros: esta semana, a ministra da Saúde argentina Carla Vizzotti, e o novo chefe de gabinete da presidência, Juan Manzur, anunciaram que, a partir de 1º de outubro, as fronteiras do país serão reabertas para os países vizinhos, incluindo o Brasil.

De acordo com o comunicado, viajantes vindos desses países poderão entrar na Argentina por terra, sem a necessidade de fazer quarentena, desde que estejam completamente vacinados há pelos menos 14 dias. Também será necessário fazer um teste PCR até 72 hora antes da viagem, um teste de antígenos na chegada e outro PCR entre 5 e 7 dias depois.

Te mostramos o passo a passo de como emitir o certificado de vacinação neste link.

Ainda segundo o comunicado, os voos com estes países também poderão ser retomados, mas disso depende a autorização dos governadores de cada província. Já os demais viajantes internacionais terão a entrada permitida a partir de 1º de novembro.

Pessoas que não estiverem com vacinação completa ou menores de idade ainda não imunizados serão submetidos a quarentena, com um teste após sete dias. Ainda não foram divulgados detalhes sobre as vacinas aceitas, nem como será comprovada a vacinação.

Leia também: 8 destinos internacionais baratos para sua próxima viagem.

Fim do uso obrigatório de máscaras

Além dessas medidas, o governo argentino também anunciou o fim do uso obrigatório de máscaras ao ar livre para quem estiver circulando individualmente, ou em todos os casos, quando não houver aglomeração de pessoas. No entanto, o uso da máscara continua sendo obrigatório em locais fechados como salas de cinema, teatro, transporte público, shows e eventos com mais de mil pessoas.

O país também voltará a permitir encontros sociais ao ar livre sem limite de pessoas e ocupação máxima de 100% em locais fechados. No caso de boates e eventos, ainda vale o limite atual de 50% da capacidade.

América do Sul quase liberada para viagem

Com esse anúncio, fica determinado que, a partir de novembro, todos os países da América do Sul estarão abertos aos turistas vindos do Brasil. Até então, a Argentina ainda era o único que permanecia fechado e que ainda não havia estipulado uma data para a reabertura.

Leia também: como um bom planejamento financeiro pode te ajudar a viajar mais.


Com informações de O Globo e Veja SP.