Boa notícia para os turistas brasileiros: o governo da Espanha anunciou ontem (23), que vai aceitar a entrada de brasileiros completamente imunizados com as vacinas da Pfizer, Moderna, AstraZeneca, Janssen e Coronavac. Além disso, também não será preciso fazer quarentena nem tampouco apresentar teste PCR negativo.

Desde o fim de junho, Alemanha, França, Suíça e Canadá já aprovaram a entrada de viajantes brasileiros completamente vacinados. Porém no caso da Alemanha, França e Canadá, não são aceitos viajantes imunizados com a Coronavac.

Na Suíça valem todos os imunizantes aprovados pela Organização Mundial de Saúde (OMS), o que inclui a Coronavac.

Regras para entrada de brasileiros na Espanha

Para entrar no país, todos os turistas brasileiros com mais de 12 anos de idade devem apresentar o comprovante de uma das vacinas aprovadas pela União Européia, ou pela Organização Mundial de Saúde (OMS), o que inclui todas as vacinas aplicadas no Brasil – inclusive Coronavac.

De acordo com o comunicado oficial do governo Espanhol, a segunda dose da vacina ou a dose única deverá ter sido aplicada há pelo menos 14 dias antes do embarque. Também será necessário preencher um formulário de controle de saúde, o Spain Travel Health. Depois de preenchido, o sistema gera um QR Code que deve ser apresentado no momento do embarque e na chegada à Espanha.

Além disso, o turista também tem de apresentar o comprovante de vacinação em espanhol, inglês ou italiano. No Brasil, o documento pode ser obtido através da plataforma Conecte SUS.



No aeroporto de chegada à Espanha, todos os passageiros deverão passar por um exame de saúde que incluirá, no mínimo, medição de temperatura e uma verificação documental. Por fim, as autoridades do país podem decidir fazer um teste de antígeno, se julgarem necessário.

Cidadãos da Espanha e pessoas com outras nacionalidades da União Europeia poderão viajar sem estarem vacinados, apresentando um exame RT-PCR negativo em espanhol ou inglês.

Confira mais detalhes sobre a decisão do governo espanhol, no comunicado oficial.


Leia também:

Como obter o passe sanitário de turista exigido pela França