Lisboa em dois dias: roteiro com os principais pontos turísticos para você visitar

Lisboa em dois dias: roteiro com os principais pontos turísticos para você visitar

Escrito por  Time Levarti| May 11, 2021 em  Sem categoria

O que fazer em Lisboa? Na hora de procurar o que fazer em Lisboa, nada melhor do que um roteiro para orientar…

O que fazer em Lisboa? Na hora de procurar o que fazer em Lisboa, nada melhor do que um roteiro para orientar o turista em meio à tantas áreas turísticas na cidade.

Para te ajudar nessa missão, apresentamos aqui um roteiro com os principais pontos turísticos da capital lisboeta que você poderá fazer em dois dias; incluindo praças, igrejas, monumentos históricos, castelos e palácios, miradouros etc; e o melhor, quase todos os pontos podem ser visitados a pé ou em apenas alguns minutos de carro.

Esperamos que você aproveite nossas dicas! Vamos lá?

O que fazer em Lisboa: 1º DIA

Esse roteiro sugere uma sequência de pontos turísticos turísticos à serem visitados.

Comece o seu roteiro visitando a Praça do Rossio. Está situada na Baixa, no extremo norte da Rua Augusta.

A Praça do Rossio é a região mais animada da cidade e ponto de encontro entre os lisboetas e turistas. Nos lados da praça e ao longo das ruas aos seus arredores, você encontrará lojas, bares e alguns dos restaurantes mais famosos da cidade. Assim, é ideal para visitar em qualquer horário, pois você poderá almoçar, jantar ou simplesmente tirar muitas fotos.

Nessa região também estão diversos prédios importantes em Lisboa, como  imponente Teatro Nacional D. Maria II, o Café Nicola e o Café Beira Gare (dois dos cafés mais famosos em Lisboa), e monumentos como a estátua de D. Pedro IV, o Rei Soldado.

Próximo atrativo: Castelo de São Jorge. Distante 1.1km desde a Praça do Rossio. Em média 18 minutos andando.

Castelo de São Jorge
Castelo de São Jorge

O Castelo de São Jorge é um dos monumentos mais conhecidos de Lisboa.

Devido à sua importância estratégica, o alto desta colina é permanentemente habitado há séculos. Romanos, visigodos e mouros se revezaram nas diferentes fortificações ali montadas; mas seu período de máximo esplendor se estendeu de meados do século XIII até princípios do século XVI, época em que o castelo foi ocupado pelos reis de Portugal.

O castelo preserva 11 torres, que você poderá percorrer durante a visita, enquanto aprecia bonitas vistas da cidade de diferentes ângulos. Além de contar com uma exposição com objetos que representam os últimos vestígios da estrutura de um bairro islâmico em Lisboa.

Próximo atrativo: Praça do Comércio. 800m partindo do Castelo de São Jorge. Em média 12min andando.

Praça do Comércio. Foto: Levarti

Construída no lugar onde esteve o Palácio Real antes de ser destruído pelo Grande Terremoto de 1755, a Praça do Comércio é a mais importante de Lisboa e durante décadas foi a porta de Lisboa para o comércio marítimo.

A fisionomia da praça é formada por um conjunto de edifícios ocupados por ministérios portugueses, departamentos governamentais e principalmente hotéis e restaurantes. Um deles, o café Marinho da Arcada, que é o café mais antigo da cidade

No centro da Praça do Comércio fica a estátua equestre de D. José I, erguida em 1755 por Joaquim Machado Castro, importante escultor português. Na Praça fica também o famoso Arco da Rua Augusta, um dos mais famosos cartões postais de Lisboa.

O que fazer em Lisboa: Arco da Augusta
Arco da Augusta. Foto: Levarti

Próximo atrativo: Praça Luís de Camões. Fica a cerca de 900m da Praça do Comércio; em média 13min andando.

Praça Luís de Camões. Foto: Dicas de Lisboa

Essa praça é considerada uma das mais importantes de Lisboa e ao mesmo tempo, uma das mais bonitas; conta com árvores e bancos de pedra, chão revestido com a famosa calçada portuguesa, que apresenta efeitos geométricos e desenhos alusivos ao mar, a sereia e a caravela e ao seu redor, além de bonitos imóveis pombalinos onde estão instalados o Ministério da Economia e o Consulado Geral do Brasil.

A praça foi construída em 1867, juntamente com a estátua de Luís de Camões, situada bem no meio da praça, em homenagem ao poeta de ‘‘Os Lusíadas’’ e com o intuito de enaltecer o patriotismo português.

Próximo atrativo: Padrão dos Descobrimentos. Distante cerca de 9km desde a Praça Luís de Camões; em média 20min dirigindo.

Padrão dos Descobrimentos, Lisboa. Foto: Levarti.
Padrão dos Descobrimentos, Lisboa. Foto: Levarti.

O Padrão dos Descobrimentos é um poderoso monumento em forma de navio – concebido e desmontado em 1940 e reconstruído em 1960 –, que homenageia figuras como Vasco da Gama, Camões, Fernão de Magalhães e, é claro, Pedro Álvares Cabral, navegantes responsáveis pelas principais conquistas ultramarinas portuguesas.

Padrão dos descobrimentos, Lisboa
Padrão dos descobrimentos, Lisboa

O local possui uma ala de exposições e um estreito mirante de onde se pode contemplar o Tejo e a imensa rosa dos ventos junto à entrada do monumento. A rosa tem 14m de diâmetro e ilustra as principais rotas de expansão marítima portuguesa.

Próximo atrativo: Fica a 1.2 km do Padrão dos Descobridores, em média 15 minutos andando.

O que fazer em Lisboa: Torre de Belém, Lisboa
O que fazer em Lisboa: Torre de Belém. Foto: Levarti.

A Torre de Belém, de estilo manuelino, foi construída entre 1515 e 1519 e é obra de Francisco de Arruda. Ela serviu para a defesa da cidade, e posteriormente se tornou centro alfandegário e farol. Está muito perto do Monastério de Jerônimos, assim, é recomendável combinar as duas visitas.

No interior da torre, você encontrará 16 janelas com canhões defensivos e também pode visitar os fossos e buraco por onde jogavam os prisioneiros. A torre em si tem cinco andares e termina em um terraço. Todos se conectam unicamente por uma pequena escada caracol.

Próximo atrativo: Mosteiro dos Jerónimos. 1.5km desde a Torre de Belém; 15min andando.

Área externa do Mosteiro dos Jerónimos. Foto: Levarti.

Erguido por ordem de Dom Manuel I, em 1501, tem elaborada colunata e arcos de claustro e guarda os túmulos de heróis nacionais como Vasco da Gama, Luiz Vaz de Camões e Fernando Pessoa. No exterior e na maravilhosa fachada, encontram–se detalhes misteriosos e menções à era dos descobrimentos.

A Igreja do Mosteiro dos Jerónimos é totalmente diferente de todas as igrejas de Lisboa. Sua única nave conta com seis colunas perfeitamente talhadas e que parecem não ter fim. É definitivamente um dos programas obrigatórios em Lisboa.

Igreja do Mosteiro dos Jerónimos. Foto: Levarti

No edifício contíguo ao mosteiro está o Museu de Arqueologia de Lisboa.

Mosteiro dos Jerónimos.
Mosteiro dos Jerónimos. Foto: Levarti

Leia também:
5 ideias de passeios bate volta para curtir em Lisboa

O que fazer em Lisboa: 2º DIA

Comece o segundo dia visitando a Alameda D. Afonso Henriques.

 Alameda D. Afonso Henriques, Lisboa

A Alameda D. Afonso Henriques é um jardim gigantesco bastante frequentado pelos lisboetas para fazer atividades como corrida, piqueniques e jogar futebol. De lá, avista–se o imponente monumento ao Marques de Pombal, inaugurado em 1934.

Nela podemos ver a figura do Marquês ladeado por um leão, em bronze, assentado sobre um pedestal que tem perto de 40 metros de altura. O leão foi o animal escolhido por ser sinónimo de serenidade, poder e força.

Próximo atrativo: Praça do Campo Pequeno. Situado a 1.6km desde a Alameda D. Afonso Henriques, em média 20min andando.

o que fazer em Lisboa: Edifício Campo Pequeno
O Campo Pequeno é sem dúvidas um dos edifícios mais emblemáticos de Lisboa. Foto: Expedia

A Praça de Touros do Campo Pequeno é a atual praça de touros da cidade de Lisboa. Sua construção ocorreu em 1892, inicialmente apenas para as corridas de touros, mas hoje, o emblemático edifício reune concertos musicais, feiras, exposições, além de um centro comercial popular.

Próximo atrativo: Praça dos Restauradores. Distante cerca de 4km, em média 15 minutos dirigindo.

A Praça dos Restauradores é uma homenagem aos que lutaram na Guerra da Restauração. Foto: Descubra Lisboa

Na Praça dos Restauradores, situada a 1km do Largo do Chiado, está o imponente obelisco de 30 metros que comemora a independência portuguesa da Espanha.

A praça é, sem dúvidas, um dos principais pontos de interessa na capital Lisboa, não só por sua relevância histórica e cultural mas também arquitetônica. Ao seu redor estão diversos edifícios históricos como o Palácio Foz, o antigo Cineteatro Eden, obra prima da art déco, e o elegante Avenida Palace Hotel, construções que traduzem perfeitamente o charme arquitetônico herdade por Lisboa desde o século XIX.

Próximo atrativo: Largo do Chiado. Situado a 900m da Praça dos Restauradores. Em média 13 minutos andando.

Largo do Chiado

O Largo do Chiado fica situado nas freguesias de Santa Maria Maior e Misericórdia. É considerado um dos pontos mais boêmios de Lisboa, sendo um reduto de artistas, poetas, escritores e intelectuais lisboetas. Nesta região estão reunidos restaurantes e cafeterias tradicionais, além de algumas das ruas mais importantes da capital.

Próximo atrativo: Igreja de Santo Antônio da Sé. 1,4 km partindo do Largo do Chiado; 16min andando.

Fachada da Igreja de Santo Antônio da Sé, Lisboa
Fachada da Igreja de Santo Antônio da Sé, Lisboa. Foto: Entre Polos.

A Igreja de Santo Antônio de Lisboa é considerada a casa do santo, pois foi construída sobre o local do seu nascimento. O santo, é considerado Doutor da Igreja, santo popular, padroeiro secundário de Portugal e de Lisboa. Assim, é uma das mais frequentadas pelos lisboetas.

O interior da igreja é surpreendente. No teto está pintado o brasão com as armas portuguesas e as da família Bulhões; No centro, a cúpula oferece uma abundante iluminação natural, com mármores embutidos no chão do cruzeiro.

Interior da Igreja de Santo Antônio da Sé
Interior da Igreja de Santo Antônio da Sé. Foto: Entre Polos.

No largo em frente à igreja, encontra-se uma imagem do santo inaugurada pelo Papa São João Paulo II em 1982. A fachada é mais decoradas que as demais igrejas daquele período. Ao lado esquerdo, anexo à igreja, pode-se visitar o Museu Antoniano, onde se expõe um espólio diversificado de objetos ligados ao santo.

A fachada lateral sul, que acompanha o declive da subida, apresenta uma decoração de gosto neoclássico. Sob a última janela, uma lápide inscreve o breve do Papa Pio VI concedendo indulgência plenária a quem visitar esta Casa de Santo Antônio.

Próximo atrativo: Praça da Figueira. 800m desde a Igreja de Santo Antônio; 10min andando.

Praça da Figueira, Lisboa. Foto: Levarti

Inicialmente ocupada pelo Hospital Real de todos os Santos, destruído pelo terremoto de 1755 e mais tarde, um grande mercado público à céu aberto, a Praça da Figueira é atualmente, uma das mais movimentadas da capital lisboeta.

Ao seu redor se vêm diversos edifícios ocupados por hotéis lojas, cafés e um pequeno mercado com produtos típicos portugueses.Além disso, as ruas que desembocam na Praça da Figueira também são muito importantes: Rua dos Fanqueiros, Rua dos Douradores, Rua da Prata e Rua da Betesga; todas de muito movimento e comércio.

Da Praça é possível ver o Castelo de São Jorge e observar a estátua que se impõe em uma das laterais da praça, em homenagem a Dom João I, que foi proclamado rei de Portugal em 1385.


Confira outros roteiros pela Europa:


Posts relacionados

Você também pode gostar

...
Sem categoria
5 praias do Nordeste que você precisa visitar ao menos uma vez na vida

October 19, 2021

Quer seja pelos cenários incríveis de céu azul e águas cristalinas ou pelo calor da areia dourada sob seus pés, todos os…

Continue lendo
...
Sem categoria
7 destinos brasileiros para curtir nos últimos feriados do ano

September 14, 2021

Depois de nove meses marcados pelas restrições de deslocamento impostas pela pandemia de Covid–19, 2021 já está praticamente no fim e muita…

Continue lendo
...
Sem categoria
Roteiro prático: o que fazer em 1 dia na Cartagena Espanhola

June 11, 2021

Dos Cartagineses aos Romanos, dos Romanos aos Árabes, depois os Cristãos, e assim até aos nossos dias. As raízes conhecidas de Cartagena remontam surpreendentemente…

Continue lendo
...
Sem categoria
Roteiro em Alicante: descubra os principais pontos turísticos da cidade

June 8, 2021

Banhada pelo Mar Mediterrâneo, Alicante, na Costa Espanhola, tem belas praias com águas cristalinas, gastronomia de alto nível e charmosíssimo centro histórico….

Continue lendo
...
Sem categoria
Porto em dois dias: roteiro prático com os principais pontos turísticos

May 22, 2021

O que fazer no Porto? Situada na região norte de Portugal, o Porto é de fato uma das mais charmosas e interessantes…

Continue lendo
...
Bahia
Água morna e cristalina, piscinas naturais, quilômetros de areia branca e coqueiros compõem o cenário paradisíaco de Moreré

May 18, 2021

O que fazer em Moreré? Quais os melhores passeios para se fazer na região? Se você é daqueles turistas com pouco apreço…

Continue lendo
...
Sem categoria
10 Piscinas naturais que são o verdadeiro sonho de verão

November 26, 2020

Piscinas naturais são opções perfeitas para os viajantes que gostam de tomar um bom banho sem se preocupar com correntezas. No Brasil,…

Continue lendo

Dê asas a sua imaginação

Cadastre-se em nossa newsletter

Descubra experiências exclusivas, ideias de roteiros, tendências de viagem e muito mais.