Se Belém ganhou destaque no turismo nacional nos últimos tempos, tem muito o que agradecer ao Círio de Nazaré, festejo religioso católico que há mais de dois séculos atrai milhares de visitantes para a região.

Belém é uma cidade viva, cheia de cores, sabores inusitados e uma rica cultura que pode ser vivenciada por todos os cantos da cidade. No Mercado Ver–o–Peso, se encontra os mais diversos e exóticos ingredientes da culinária paraense, assim como as famosas benzedeiras e seus pozinhos que curam de tudo. Já no Centro Histórico, é possível visitar pontos turísticos importantes como o Forte do Presépio, a Catedral Metropolitana e o Museu de Arte Sacra.

Para explorar as belezas naturais, pegue um barco que parte da Praça Princesa Isabel e se embrenhe rio adentro até a Ilha do Combu, onde poderá apreciar bem de perto não só o intenso verde da Floresta Amazônica como também o modo de vida dos povos ribeirinhos. Aproveite para dar uma refrescada no calor com um bom mergulho no grandioso Rio Guamã.

Aliás, Belém é uma cidade quente. Os termômetros facilmente batem 32ºC. Quando não puder curtir um mergulho, experimente refugiar-se em um dos espaços verdes da cidade, como por exemplo, a Praça Batista Campos e o Mangal das Garças, cercados por vegetação amazônica e repletos de sombra.

Por fim, não deixe de incluir ao seu roteiro um fim de tarde no Complexo Turístico Ver–o–Rio, espaço super convidativo para boas caminhadas à beira da Baía do Guajará, ao mesmo tempo em que também é possível aproveitar os quiosques locais e degustar petiscos paraenses.

Leia outros conteúdos do Norte do Brasil: O que fazer em Manaus: 8 locais indispensáveis para o seu roteiro
Alter do Chão Pará: O que fazer nesse paraíso da Região Norte
Turismo de Experiência – Vivências no Brasil

O que fazer em Belém do Pará: confira 10 lugares indispensáveis para incluir ao seu roteiro de viagem.

1. Mercado Ver–o–Peso

BlogDSC04791 1024x577 - O que fazer em Belém do Pará: 10 lugares indispensáveis para o seu roteiro
O Mercado Ver–o–peso concentra os sabores exóticos da culinária paraense e a diversidade cultural do Brasil. Foto: Levarti

Impossível não se apaixonar por esse que é um dos principais expoentes da cultura nortista. Construído em 1625 (o novo edifício remodelado foi inaugurado em 1901) o Mercado–Ver–o–Peso faz parte de um complexo que inclui o mercado de peixe, a feira do açaí (imperdível), a estação das docas e mais.

Os peixes ocupam a parte fechada (a mais bonita, sob uma estrutura de ferro em estilo art nouveau). Logo após, aparecem as barraquinhas de frutas e sucos e por fim, a parte mais divertida, por assim dizer, onde ficam as benzedeiras e seus milhares de pozinhos, loções e óleos que prometem uma cura pra quase tudo que se possa imaginar. Será?

Mercado Ver–o–Peso
Endereço:
 Avenida Boulevard Castilho França, s/n – Cidade Velha
Funcionamento: Segunda à domingo, das 05h às 18h30. (domingo fechado).

2. Estação das Docas

Crédito Geraldo Ramos 1 1 - O que fazer em Belém do Pará: 10 lugares indispensáveis para o seu roteiro
Situada nas margens da Baía do Guajará a Estação das Docas é um dos principais pontos turísticos de Belém. Foto: Geraldo Ramos.

Situada nas margens da Baía do Guajará a Estação das Docas é inegavelmente um dos principais pontos turísticos de Belém. Por lá você encontrará vários tipos de lojinhas (de roupa e artesanato), exposições culturais e diversas opções gastronômicas. Após as compras, para dar aquela refrescada no calor, dê um pulo na sorveteria Cairu e peça um delicioso sorvete de cajá ou cupuaçu, frutos tradicionalíssimos da Amazônia. Se a sede for de álcool vá de chopp na Amazon Beer.

Estação das Docas
Endereço: Av. Boulevard Castilho França, s/n
Funcionamento: segunda à domingo, das 10h às 00h

3. Basílica Santuário de Nossa Senhora de Nazaré

o que fazer em belem para 8 - O que fazer em Belém do Pará: 10 lugares indispensáveis para o seu roteiro
Basílica Santuário de Nossa Senhora de Nazaré. Foto: Vida Cigana

Erguida em 1909 a Basílica Santuário de Nossa Senhora de Nazaré é considerada Patrimônio Histórico do Estado do Pará e um dos mais celebrados templos católicos do país. É para lá que segue a procissão do Círio de Nazaré, evento religioso que reúne todos os anos cerca de 2 milhões de pessoas.

Basílica Santuário de Nossa Senhora de Nazaré
Endereço: Av. Nª Sra. de Nazaré, 1300 – Nazaré
Telefone: (91) 4009-8400

4. Theatro da Paz

theatro da paz - O que fazer em Belém do Pará: 10 lugares indispensáveis para o seu roteiro
A grandiosa sala de espetáculos do Theatro da Paz conta hoje com 900 lugares, belíssimos afrescos nas paredes e no teto. Foto: Guia Melhores Destinos

Impossível não se encantar pela beleza arquitetônica do Theatro da Paz, um dos mais importantes espaços culturais de Belém, fundado em 1878, durante o período áureo do Ciclo da Borracha na região. O local oferece visitas guiadas e conta com uma sala de espetáculos com cerca 900 lugares que é de fato, impressionante.

Aproveite a visita para fazer compras na feira de artesanato e bugigangas (aos domingos) que fica no entorno do teatro, na Praça da República. Aliás, se estiver afim de curtir a noitada de Belém, esse é um excelente point.

Theatro da Paz
Endereço: Rua da Paz s/n – Centro
Telefone: (91) 4009-8750

5. Mangal das Garças

Visita indispensável para aqueles que apreciam belezas naturais, o Mangal das Garças é um belíssimo jardim amazônico com vários espaços incríveis para visitar, entre eles um borboletário, o viveiro das aves Guarás, um dos pássaros mais lindos do planeta, o Museu Memorial Amazônico da Navegação e por fim, um mirante natural com vista ampla para o rio Guamá.

mirante01 - O que fazer em Belém do Pará: 10 lugares indispensáveis para o seu roteiro
Mirante do rio Guamá. Foto: Mangal das Garças/Divulgação.

Mangal das Garças
Endereço: R. Carneiro da Rocha, s/n – Cidade Velha
Funcionamento: Terça a domingo, das 9h às 18h.
Acesso gratuito à área comum do parque.

6. Praça Batista Campos

Localizada bem no coração de Belém, a Praça Batista Campos é um verdadeiro refúgio para quem quer aproveitar momentos de tranquilidade durante a viagem. Conta com cerca de 3 mil m² de puro verde, sendo decorada com lindos coretos de ferro com detalhes em arte greco-romana, renascentista e barroca, além de calçadões revestidos de mosaico português, chafarizes e cursos d’água com pontes.

Praça Batista Campos
Endereço: Tv. Padre Eutíquio, s/n – Batista Campos
Gratuito.

7. Espaço São José Liberto

Para quem gosta de joias e gemas, um ótimo ponto para se visitar é o Espaço São José Liberto, originalmente uma capela e convento em 1749 e logo após, um quartel, hospital e, por fim, uma prisão.

Além das joalherias, atualmente o espaço conta também com lojinhas de roupas e artesanatos típicos do Pará, assim como um museu onde originalmente funcionava a cadeia pública.

Espaço São José Liberto
Endereço:
 Praça Amazonas, s/n – Jurunas
Funcionamento: terça a sábado, das 10h às 18h. Domingos, das 10h às 16h
Telefone:  (91) 3344-3500

8. Ilha do Combu

Impossível ir a Belém e não se embrenhar até a Ilha do Combu, um oásis repleto do intenso verde da selva amazônica onde encontram alguns dos melhores restaurantes para quem quer degustar a culinária paraense. O passeio é realizado em barcos que partem da Praça Princesa Isabel e o trajeto leva cerca de 15 minutos, dependendo do seu destino final.

ilha do combu - O que fazer em Belém do Pará: 10 lugares indispensáveis para o seu roteiro
A Ilha do Combu fica a cerca de 15 minutos de Belém e revela a intensa beleza da Amazônia. Foto: Guia Melhores Destinos.

Além de poder aproveitar os restaurantes, durante o passeio é possível ver um pouco do modo de vida dos povos ribeirinhos e as palafitas (tipo de habitação construída sobre tronco). Pra dar aquela refrescada do calor intenso de Belém, um banho de rio é uma ótima pedida.

Faça também uma caminhada pela floresta para apreciar de pertinho a maravilhosa fauna da região, assim como para conhecer algum dos personagens famosos do Combu, por exemplo o Seu Ladir, com 85 anos de pura sabedoria.

9. Forte do Presépio

Com vista para o Ver–o–peso e a Baía de Guajará, o Forte do Presépio marca o berço da cidade de Belém. Foi construído no início do século XVII principalmente como ponto de observação e proteção contra invasões e ataques indígenas que aconteciam por terra e também pelas águas da Baía do Guajará. “O povoado da Feliz Lusitânia, que deu origem à atual cidade de Belém, cresceu junto com o forte, que somente na segunda metade do século XIX ganhou muralhas que o separaram da população” (Melhores destinos).

forte do presepio - O que fazer em Belém do Pará: 10 lugares indispensáveis para o seu roteiro
O Forte do Presépio marco o berço da cidade de Belém. Foto: Guia Melhores Destinos.

No local funciona atualmente um espaço cultural e arqueológico de resgate não só da história de Belém como também dos povos anteriores à chegada dos conquistadores. O Forte também faz parte do chamado Complexo Feliz Lusitânia, que marca o Centro Histórico de Belém.

forte do presepio 1 - O que fazer em Belém do Pará: 10 lugares indispensáveis para o seu roteiro
O Museu do Forte conta com peças de origem tapajônica e marajoara que ajudam a contar a história destes povos. Foto: Guia Melhores Destinos.

Forte do Presépio
Endereço: Praça Dom Frei Caetano Brandão, s/n – Cidade Velha
Telefone: (91) 4009-8828
Funcionamento: De terça a sexta-feira, das 10h às 15h. Sábado e domingo, das 9h às 13h.

10. Casa das Onze Janelas

Considerado um dos centros culturais mais importantes do Estado do Pará, a Casa das Onze Janelas abriga um museu de arte contemporânea brasileira com exposições itinerantes e acervo fixo. No local é possível apreciar a obra de grandes artistas como por exemplo Tarsila do Amaral, Ismael Nery, Rubens Gerchman, entre outros. Da mesma forma que o Forte do Presídio, o palacete construído no século no século XVIII faz parte do Complexo Lusitânia.

Casa das Onze Janelas
Endereço:
Praça Dom Frei Caetano Brandão s/n – Cidade Velha
Telefone: (91) 4009-8675 (Recepção)
Funcionamento: De terça-feira à sexta das 10h às 17h. Sábado e domingo das 09h às 13h. (segunda fechado).
R$ 4,00