Situada na porção sul da Paraíba, estado que apresenta uma das menores faixas de areia do litoral brasileiro, Pitimbu é a nova aposta do turismo na região.

Com cerca de 19 mil habitantes, a pequena cidade é dona de cenários quase intocados; formados por piscinas naturais, praias isoladas, estuários e um corredor de falésias com cerca de 70 tonalidades diferentes.

Sinônimo de sossego e tranquilidade em praticamente todos os meses do ano, Pitimbu já era bastante procurada pelos vizinhos pernambucanos, saídos de Goiana (a 30 km) e do Recife (a 100 km).

No período de férias por exemplo, a população local chega a saltar dos atuais 19 mil para cerca de 60 mil pessoas, de acordo com dados da secretaria de Turismo e Meio Ambiente da cidade. Muitos desses turistas inclusive, são proprietários de casas de veraneio encontradas pela região.

O que fazer em Pitimbu

Pitimbu tem cerca de 26 km de faixas de areia, 4 estuários e 13 praias, quase todas desertas, o que confere a maior faixa à beira-mar do litoral paraibano.

Ali pode-se fazer um passeio de barco, com almoço preparado pelo próprio pescador, rumo às piscinas naturais do Farol ou à vizinha, e ainda mais preservada, Branca do Curral.

As piscinas localizam-se entre 1,5 km e 3 km de distância da costa, trajeto que pode ser percorrido de 20 a 30 minutos. Os passeios, para três pessoas, que incluem no cardápio peixe com pirão, feito em terra firme e depois aquecido e servido em meio às águas pelo próprio pescador, custam a partir de R$ 120.

Também é possível fazer o passeio em grupos maiores, de até 12 pessoas, desembolsando a quantia de R$ 200. As embarcações partem da Praia Central – que leva o mesmo nome da cidade – e só podem ser realizados em dias de maré baixa.

Crianças podem correr à vontade pela areia – em Pitimbu é proibido o tráfego de buggys – e ainda banhar-se no mar quase sempre calmo.

Mergulho de snorkel

Na barreira de corais é possível fazer mergulhos de snorkel e avistar peixes de diferentes espécies. Com sorte, uma lagosta e até o peixe-boi (cada vez mais raro). Na volta ao continente, há chances de avistar também golfinhos que costumam mergulhar pela região.

Estuários

No município, existem quatro estuários – áreas de transição entre o rio e o mar -, que formam as praias mais preservadas de Pitimbu.

O mais estruturado é o Estuário do Rio Mucatu, na Praia Bela, que vem recebendo uma ‘repaginação’ coordenada pela prefeitura local. Entre as melhorias houve uma realocação das barracas que ficavam à margem do rio; fechamento da rua ao acesso de veículos e qualificação dos proprietários, cozinheiros e garçons.

<a href="https://www.tripadvisor.com.br/LocationPhotos-g3646666-Pitimbu_State_of_Paraiba.html#155092669"><img alt="" src="https://media-cdn.tripadvisor.com/media/photo-s/09/3e/86/bd/praia-bela.jpg"/></a><br/>Essa foto de Pitimbu é cortesia do Tripadvisor
Praia Bela, em Pitimbu PB. Foto: TripAdvisor

Outra opção é o Estuário do Rio Abiaí, destino dos passeios de quadriciclos que saem da Praia Bela. Ali fica uma reserva de mesmo nome onde é possível aproveitar dois passeios. O primeiro, é um passeio de catamarã pelo rio que inclui uma parada para uma trilha no mangue e banho no rio.

O segundo ocorre à tarde, geralmente após o almoço, e reserva ainda mais surpresas aos visitantes. Em cima de um antigo caminhão do Exército brasileiro – batizados de ‘Mamutes’ – o roteiro é feito em plena Mata Atlântica em um trecho que parece ser feito num túnel formado por árvores.

Em determinado ponto, os turistas são convidados a descer do caminhão para fazer uma roda e, de mãos dadas, participar da dança do toré, um ritual típico dos Índios Tabajaras, com chocalhos e tambores.

Surpreendentemente, no Estuário do Abiaí os visitantes encontram um resort com 64 apartamentos , que deverá funcionar a partir de fevereiro/2020 – Outro projeto prevê expansão para 124 unidades até 2022. Uma excelente opção de hospedagem para aproveitar na região.

Mais isolados e com cenários mais selvagens, os estuários do Graú, e do Rio Goiana, na praia da Pontinha, no extremo sul, completam a lista dos quatros estuários de Pitimbu.

Estuário do Graú, em Pitimbu, na Paraíba
Crédito: Eduardo Vessoni/Viagem em Pauta Estuário do Graú, em Pitimbu, na Paraíba

Passeio de Quadriciclo

Também na área do estuário do Abiaí, os passeios de quadriciclo fazem sucesso entre os visitantes, levando-os a percorrer um trajeto com cerca de 9 km de praias pela região.

Após um breve treinamento na Praia Bela, os turistas são conduzidos por um guia que faz paradas nos mirantes Árvores Tortas e Som das Falésias, com visão panorâmica privilegiada de boa parte da região. O custo do passeio é de R$ 150, em média.

Onde ficar em Pitimbu

As melhores opções de hospedagem em Pitimbu ficam em Praia Bela. Mas também é possível encontrar boas opções em Praia Azul e o município vizinho, Conde. O preço das diárias variam entre R$ 70 e R$ 350. Também é possível hospedar-se em casas de veraneio e até mesmo em imóveis de moradores locais.

Como chegar em Pitimbu

Pitimbu fica localizada a cerca de 60 km da capital, João Pessoa . De carro, é só seguir pela pela PB-101 em direção ao litoral sul do estado, passando pela cidade do Conde, e continuando pela 0B-008. A viagem dura cerca de uma hora.

Saindo do Recife, as opções são a BR-101 e, em seguida, a PB-044. A viagem dura cerca de uma hora e meia.

Também é possível chegar de ônibus. Saindo de João Pessoa, a empresa PB Rio cobra R$ 18 pela viagem, que dura cerca de duas horas. Há somente uma saída diária, às 16h30. No sentindo contrário (Pitimbu/João Pessoa), o ônibus parte às 5h40 rumo a capital paraibana.

Gostou? Compartilhe nas suas Redes Sociais! :)