Porto em dois dias: roteiro prático com os principais pontos turísticos

Porto em dois dias: roteiro prático com os principais pontos turísticos

Escrito por  Time Levarti| May 22, 2021 em  Sem categoria

O que fazer no Porto? Situada na região norte de Portugal, o Porto é de fato uma das mais charmosas e interessantes…

O que fazer no Porto? Situada na região norte de Portugal, o Porto é de fato uma das mais charmosas e interessantes cidades para se visitar no país, além da capital Lisboa.

Para aproveitar tudo o que este destino oferece é preciso um certo fôlego – e não só para subir as íngremes escadarias e ladeiras da cidade, mas também para aproveitar ao máximo as atrações.

A boa notícia é que quase tudo no Porto pode ser visitado a pé e com calma, enquanto se caminha pelas ruazinhas históricas, repletas de edifícios seculares, casas azulejadas, irresistíveis restaurantes, bares e cafeterias.

Centro do Porto. Foto: Levarti
Centro do Porto. Foto: Levarti

Assim, para você aproveitar ao máximo essa cidade vibrante, selecionamos alguns dos principais atrativos do Porto que podem ser visitados em até dois dias; inclui igrejas, praças, edifícios importantes, estações de trem (em Porto elas são tão bonitas que acabam sendo de fato um super atrativo) além de monumentos e uma livraria famosíssima não só na cidade, mas no mundo.

Roteiro no Porto: 1º dia

Esse roteiro sugere uma sequência de pontos turísticos turísticos à serem visitados.

Comece o seu roteiro visitando a Igreja da Lapa, a mais brasileira das igrejas portuguesas.

Fachada da Igreja da Lapa. Foto: Levarti

A mais brasileira das igrejas portuguesas pertence à irmandade de N.ª Sr.ª da Lapa, instituída na cidade em meados do século XVIII, pelo padre brasileiro Ângelo Sequeira. Erguida ao longo de mais de um século, sua arquitetura exprime os vários gostos das diferentes épocas, equilibrando–se principalmente entre o rococó e o neoclassicismo.

Interior da Igreja de N.ª Sr.ª da Lapa. Foto: Wikiwand

Curiosamente, na capela–mor conserva-se o mausoléu com o coração de D. Pedro IV, 1º Imperador do Brasil, conforme era seu desejo. Este monumento tem o símbolo da bandeira real portuguesa e da bandeira brasileira, assim como inscrições em latim onde se destaca a bravura do rei.

Mausoléu que abriga o coração do Rei Pedro IV, Imperador do Brasil. Foto: Wikiwand

Por fim, contíguo à igreja está o Cemitério da Lapa, o mais antigo cemitério romântico português, construído como resposta à epidemia de cólera que vitimou milhares de portugueses.

Próximo atrativo: Paços do Concelho. Situada a cerca de 900m caminhando desde a a Igreja da Lapa.

Edifício Paços do Concelho de Porto
Edifício Paços do Concelho de Porto. Foto: Levarti

Os Paços do Concelho do Porto são o edifício sede do Município do Porto, cuja construção teve início em 1920, conforme projeto do arquiteto Correia da Silva.

O Edifício é constituído por seis pisos, uma cave e dois pátios interiores. A torre central, com 70 metros de altura e um relógio de carrilhão, é acessível por uma escada interior de 180 degraus. Os interiores, de mármore e granito, são ricamente decorados.

Próximo atrativo: Praça da Liberdade; 500m caminhando desde o Paços do Concelho.

Praça da Liberdade, Porto. Foto: Levarti

Situada ao lado da movimentadíssima Avenida dos Aliados, pode–se dizer que a Praça da Liberdade é o coração do Porto; e, por conseguinte, uma das suas maiores e mais movimentadas praças.

Construída em 1916, chama atenção por seu amplo espaço e também pela estátua do rei de Portugal e Imperador do Brasil, Dom Pedro IV, bem no centro. A escultura foi inaugurada em 1866 e é de autoria do francês Anatole Calmels. 

Anteriormente a praça abrigava no seu entorno sedes de bancos, jornais e importantes associações políticas da época. Entre as construções mais bonitas está a da Câmara Municipal (citada anteriormente) e de um McDonald’s, instalado em um edifício onde antes funcionava o Café Imperial.

Próximo atrativo: Estação São Bento; situada apenas 4min andando desde a Praça da Liberdade (350m).

O que fazer em Porto: Estação de São Bento.
Estação de São Bento. Foto: Euro Dicas.

A Estação é de fato um dos lugares que você tem que ir em Porto. Construída em 1900, a Estação tem suas paredes azulejadas com painéis que demonstram a conquista de Ceuta pelo Infante Dom Henrique. Um primor artístico que vale a pena ser visto de perto!

Interior da Estação São Bento.
Interior da Estação São Bento. Foto: Euro Dicas

Nesse local você se perceberá cercado por predinhos baixos e compactos, coladinhos uns aos outros, as ruas de paralelepípedo… um belo e verdadeiro retrato do centro de Porto.

Próximo atrativo: Praça da Batalha; 7min andando desde a Estação São Bento (450m).

É um local icônico e simbólico da cidade do Porto e a casa de alguns dos mais importantes edifícios da cidade, tais como o Teatro Nacional São João e o Cinema Batalha, por exemplo.

A Praça da Batalha tem uma importância histórica para a cidade e parte dela advém do seu nome. Reza a lenda que o local onde está situada a praça atualmente foi palco de uma sangrenta batalha travado por volta do século X entre portugueses e os mouros.

No centro da praça, está situada a Igreja de Santo Ildefonso, construída em 1730 e dedicada ao santo que à nomeia. A fachada é uma das principais atrações, com azulejos típicos portugueses que remetem ao ano de 1932.

A nave é do estilo barroco e o teto de madeira, com estuques nas paredes ornamentando a igreja. Há também elementos de estilo rococó e neoclássicos.

Interior da Igreja de Santo Ildefonso.
Interior da Igreja de Santo Ildefonso. Foto: Wikimedia Commons

Próximo atrativo: Livraria Lello; 800m desde a Praça da Batalha, 10min andando.

o que fazer em Porto: Livraria Lello
Livraria Lello. Foto: Levarti.

As filas em frente à porta já entregam que a Livraria Lello é um das mais badaladas atrações do Porto. Seu mais de um século de história, a fachada neogótica e o interior de paredes forradas de livros, vitrais e uma bela escadaria sinuosa e vermelha são parte do motivo.

Mas o sucesso da Lello entre os turistas tem um motivo a mais: o boato de que ela teria servido de inspiração para alguns cenários clássicos dos filmes de Harry Potter. De fato a autora J. K. Rowling morou na cidade, mas ela declarou que não chegou a conhecer a livraria. De todo modo, a Lello continua linda e vale a visita – e, sim, as escadas realmente são parecidíssimas com  as da escola de bruxaria Hogwarts.

Próximo atrativo: Torres dos Clérigos; situada apenas 130m desde a Livraria Lello, 2min andando.

Torre dos Clérigos
Torre dos Clérigos.

A Torre dos Clérigos é de fato um dos pontos turísticos mais famosos do Porto. Uma construção de granito com 75 metros de altura e 240 degraus que conduzem o visitante do térreo ao topo, de onde se tem uma belíssima vista panorâmica da cidade e também de Vila Nova de Gaia.

Foto: Levarti
Vista do Porto a partir da Torre dos Clérigos. Foto: Levarti

Construído entre 1732 e 1750, o belo templo tem uma fachada belíssima e é considerado uma verdadeira obra-prima do barroco na cidade.

O interior tem apenas uma única nave, toda em granito e mármore. Lá, o visitante poderá ver de perto objetos de valor, como um retábulo de mármore de várias cores (na capela-mor), entre várias outras riquezas.

o que fazer no Porto: Interior da Igreja dos Clérigos.
Interior da Igreja dos Clérigos. Foto: Levarti

Próximo atrativo: Jardins do Palácio de Cristal. 1.3km desde a Igreja dos Clérigos; em média 16min andando.

Palácio de Cristal. Foto: Dicas de Lisboa

Embora o palácio tenha sido colocado abaixo em 1951 para dar espaço a um centro de esportes, restaram os belos jardins do seu entorno, projetados pelo paisagista alemão Émille David. Um passeio por lá reserva aos visitantes cenários de filme, com fontes, estátuas e incríveis vistas para o Douro.

Próximo atrativo: Rotunda da Boa Vista. 1.2 km desde o Palácio de Cristal; em média 17min andando.

o que fazer em Porto: Rotunda da Boa Vista
Foto: Levarti

Durante vários anos, os jardins da Rotunda da Boavista acolheram as festas de S. João, bem como a Feira do Livro do Porto. É possível admirar as inúmeras árvores centenárias que compõe a Rotunda, bem como o imponente monumento que retrata as Guerras Peninsulares e as Invasões Francesas.

Roteiro no Porto: 2º dia

No segundo dia, comece o seu roteiro visitando a Sé do Porto.

O que fazer em Porto: Sé do Porto.
Vista aérea da Sé do Porto. Foto: Levarti

A bela catedral em estilo românico, erguida no século XII é certamente um dos principais pontos turísticos de Porto.

O edifício se apresenta com uma rosácea na fachada, além de duas torres laterais com cúpulas, que dão ao local uma aparência de fortaleza. No interior estão três naves – sendo a do meio a mais alta delas – onde o visitante verá de perto capelas como a do Santíssimo Sacramento, com altar em prata e retábulo-mor em talha de ouro, uma verdadeira preciosidade.

Próximo atrativo: Igreja de Santa Clara; situada apenas 230m desde a Sé do Porto. 3min andando.

A Igreja de Santa Clara, no Porto, pertenceu ao antigo convento do mesmo nome, fundado por D. João I, em 1416. A entrada da igreja é de estilo barroco com elementos renascentistas e seu o interior, revestido de talha dourada, do século XVIII. No altar-mor está colocado um painel de Joaquim Rafael, de 1821.

o que fazer no Porto: Interior da Igreja de Santa Clara.
Interior da Igreja de Santa Clara. Foto: Wikiwand.

Próximo atrativo: Ponte Luís I; situada apenas 150m desde a Igreja de Santa Clara, 2min andando.

Ponte Luís I
Ponte Luís I. Foto: Levarti

Datada de 1886, a icônica ponte de ferro é, sem dúvida alguma, um dos símbolos do Porto. A belíssima estrutura foi finalizada por um estudante de Gustave Eiffel – que criou a Torre Eiffel de Paris – e liga a cidade à Vila Nova de Gaia, o município vizinho, onde ficam as famosas caves do Vinho do Porto.

Enquanto a parte de cima da ponte é reservada para o metrô – e também para pedestres, de onde se tem vistas muito bonitas do Rio Douro -, a parte de baixo é exclusiva para o trânsito de carros, entretanto, também tem uma passagem, bem mais estreita, para aqueles que estão a pé.


Bônus: Santuário Bom Jesus do Monte – Braga

O Santuário do Bom Jesus do Monte está localizado na cidade de Braga, a cerca de 57 km de Porto, e certamente deve ser incluído em seu roteiro, caso tenha mais dias livres pela região. Patrimônio Mundial da Humanidade, o local é considerado um dos cartões postais do país.

Santuário do Bom Jesus do Monte, Braga. Foto: Levarti

O Santuário do Bom Jesus é um complexo que conta com as famosas escadarias (chamados de escadórios em Portugal), a Igreja do Bom Jesus, o elevador do Bom Jesus e um parque.

A igreja apresenta a planta em formato de uma cruz latina e a fachada é ladeada por duas torres e encimada por um frontão triangular. No interior, o belíssimo altar representando o “Calvário” é ladeado por ricas ilustrações com passagens bíblicas.

Foto: Levarti

A escadaria conta com 537 degraus e começou a ser construída em 1723 e ao longo dela há diversas outras capelas primitivas. O elevador é um funicular que vai desde a parte alta de Braga até o santuário. Foi inaugurado em 1882, sendo o primeiro a ser instalado na Península Ibérica.

Por fim, o parque do Santuário do Bom Jesus é uma área bastante arborizada com vários lagos artificiais e jardins. O parque conta também com uma parte de restaurantes e outras infra-estruturas.

Foto: Levarti

Ademais, chama atenção por sua beleza natural uma gruta localizada ao lado da Basílica. Os visitantes podem entrar em seu interior, de onde podem ver a belíssima paisagem.

Gruta localizada no Santuário Bom Jesus do Monte. Foto: Levarti

Confira também nosso roteiro com os principais atrativos para visitar em dois dias em Lisboa.


Posts relacionados

Você também pode gostar

...
Sem categoria
5 praias do Nordeste que você precisa visitar ao menos uma vez na vida

October 19, 2021

Quer seja pelos cenários incríveis de céu azul e águas cristalinas ou pelo calor da areia dourada sob seus pés, todos os…

Continue lendo
...
Sem categoria
7 destinos brasileiros para curtir nos últimos feriados do ano

September 14, 2021

Depois de nove meses marcados pelas restrições de deslocamento impostas pela pandemia de Covid–19, 2021 já está praticamente no fim e muita…

Continue lendo
...
Sem categoria
Roteiro prático: o que fazer em 1 dia na Cartagena Espanhola

June 11, 2021

Dos Cartagineses aos Romanos, dos Romanos aos Árabes, depois os Cristãos, e assim até aos nossos dias. As raízes conhecidas de Cartagena remontam surpreendentemente…

Continue lendo
...
Sem categoria
Roteiro em Alicante: descubra os principais pontos turísticos da cidade

June 8, 2021

Banhada pelo Mar Mediterrâneo, Alicante, na Costa Espanhola, tem belas praias com águas cristalinas, gastronomia de alto nível e charmosíssimo centro histórico….

Continue lendo
...
Bahia
Água morna e cristalina, piscinas naturais, quilômetros de areia branca e coqueiros compõem o cenário paradisíaco de Moreré

May 18, 2021

O que fazer em Moreré? Quais os melhores passeios para se fazer na região? Se você é daqueles turistas com pouco apreço…

Continue lendo
...
Sem categoria
Lisboa em dois dias: roteiro com os principais pontos turísticos para você visitar

May 11, 2021

O que fazer em Lisboa? Na hora de procurar o que fazer em Lisboa, nada melhor do que um roteiro para orientar…

Continue lendo
...
Sem categoria
10 Piscinas naturais que são o verdadeiro sonho de verão

November 26, 2020

Piscinas naturais são opções perfeitas para os viajantes que gostam de tomar um bom banho sem se preocupar com correntezas. No Brasil,…

Continue lendo

Dê asas a sua imaginação

Cadastre-se em nossa newsletter

Descubra experiências exclusivas, ideias de roteiros, tendências de viagem e muito mais.