Localizada a cerca de 300km a oeste da capital cearense, a Praia de Jericoacoara já foi considerada como uma das mais bonitas do mundo, e desde então, sua fama e estrutura turística, só cresceram.

Mas, isso não significa que o destino tenha perdido o seu clima rústico e aconchegante e muito menos, que Jeri tenha se tornando um destino “exclusivo para poucos”. Pelo contrário.

Com o crescimento da demanda turística nos últimos anos, foram surgindo diversas opções de hospedagem, bares e restaurantes, barracas de praia e agências de viagens, que passaram a oferecer cada vez mais serviços personalizados, de acordo com o perfil do viajante.

Mas afinal, o que fazer em Jericoacoara? Qual o melhor roteiro para curtir a viagem e quantos dias ficar? Existe uma melhor época para visitar o destino? Confira!

Ah! Se você quer saber como anda a retomada do turismo em Jericoacoara, leia este artigo com informações detalhadas.

Passeios em Jericoacoara: sugestão de roteiro 5 dias

  • Dia 1: Chegada e Duna Pôr do Sol
  • Dia 2: Litoral Oeste: passeio de buggy até Tatajuba 
  • Dia 3: Litoral Leste: passeio de quadriciclo
  • Dia 4: Passeio Praia de Barrinha 
  • Dia 5: Praia de Jericoacoara e retorno

O que fazer em Jericoacoara

Assim como em outros destinos do litoral cearense, quase todos os atrativos de Jericoacoara não ficam próximos à Praia Central. Dessa forma, os passeios são essenciais para aproveitar as atrações da região.

As atividades podem ser realizadas em grupo ou de forma privada, utilizando buggys, quadriciclos ou caminhonetes tracionadas. Os dois principais roteiros são o (1) litoral leste, ou o passeio das lagoas; e o (2) litoral oeste, que leva até a Praia de Tatajuba.

Mais recentemente, outro roteiro passou a ser o queridinho dos visitantes: é o que leva até o Buraco Azul, uma belíssima Lagoa de águas incrivelmente azuladas com uma passarela de madeira só para fotos no Instagram.

Há ainda um outro roteiro que segue até a Barrinha, um praia praticamente deserta – mas que não deixa nada a desejar em belezas naturais – situada a cerca de 25km de Jeri. Além de Barrinha, o passeio ainda inclui visita ao Preá e aos Pequenos Lençóis das Dunas de Aranaú.


Aproveite nosso vídeo e conheça as belezas de Jeri antes mesmo de chegar lá.

REDDSC 1723 1024x683 - Praia de Jericoacoara - o que fazer, como chegar e qual a melhor época para visitar
Viaje pelos atrativos da Praia de Jericoacoara

Você ainda planeja suas férias à moda antiga? Já foi o tempo em que a única opção era ir até uma agência de viagens ou ter que ficar entrando em contato com várias empresas solicitando orçamentos e cotações.

Agora, você pode fazer tudo online, em apenas um site, com maior comodidade e segurança. Na Levarti, você encontra os melhores passeios em Jericoacoara, com diversas agências e condições de pagamento diferenciadas. Além disso, você ainda conta com um time especializado para te ajudar a organizar roteiros totalmente personalizados. Acesse agora e planeje de forma mais inteligente sua próxima viagem.


1- Passeios em Jericoacoara: litoral oeste

O passeio pelo litoral oeste de Jericoacoara é bem completo e inclui diversas atrações das redondezas da vila. Através dele você pode atravessar o Rio Guriú em balsa; conhecer um viveiro natural de cavalos marinhos (opcional); fazer uma parada no Mangue Seco; curtir um toboágua montado em uma gigante duna e por fim, visitar a Lagoa de Tatajuba, que está cercada por restaurantes e rende um excelente mergulho.

A lagoa é o momento mais esperado do passeio. Suas águas são bem tranquilas e o banho é ótimo para recuperar as energias. O local também serve como parada para almoço do passeio antes de retornar à Vila.

Conheça os detalhes dos atrativos:

Travessia de balsa do Rio Guriú

Antes de chegar à Praia do Mangue Seco, um dos principais atrativos do passeio oeste, faz-se uma travessia em balsa improvisada que dura não mais do que 5min.

Nesse ponto, é possível realizar outro passeio (não incluso) até o viveiro de pequenos cavalos marinhos, passando por cenários encantadores do imenso manguezal existente no local. O passeio opcional custa em média R$ 20 por pessoa e só pode ser contratado direto com o barqueiro no local.

Praia do Mangue Seco

MB 1024x683 - Praia de Jericoacoara - o que fazer, como chegar e qual a melhor época para visitar
A Praia do Mangue Seco é um dos principais atrativos do passeio lado Oeste de Jeri. Foto: Levarti

Na Praia do Mangue Seco, uma surpresa: pequenos balanços decorados com flores estão montados entre as imensas raízes aéreas do mangue para que os visitantes possam registrar a passagem por aqui. Aliás essa é umas fotos clássicas de quem vem à Jeri.

gfoeste03 1024x683 - Praia de Jericoacoara - o que fazer, como chegar e qual a melhor época para visitar
Os pequenos balanços na Praia do Mangue Seco garantem boas fotos durante os passeios. Foto: Levarti

No local há ainda algumas opções de barracas onde você poderá comprar água de coco ou natural, sucos, bebidas geladas e até artigos de artesanato. Sendo assim, é bem comum que o local esteja cheio de turistas fazendo poses e se refrescando do calor típico de Jericoacoara.

Tobogã na Duna

A próxima parada é uma das favoritas dos visitantes: um tobogã sobre as dunas que termina numa lagoa. Ou se preferir, uma tirolesa que também termina na água.

Ambas as atividades são opcionais e devem ser contratadas no local. O valor por pessoa não passa de R$ 20, sendo que o escorregador dá direito a três descidas e a tirolesa apenas uma.

Lagoa de Tatajuba

Por último, o passeio segue até a Lagoa de Tatajuba, um oásis para você aproveitar um delicioso banho refrescante e curtir algumas barracas que servem frutos do mar e bebidas geladas. A estrutura é bem mais simples do que a encontrada na Lagoa do Paraíso, por exemplo, mas compensa com o bom atendimento e pratos mais baratos.

BUGGYOESTE07 1024x683 - Praia de Jericoacoara - o que fazer, como chegar e qual a melhor época para visitar
Lagoa de Tatajuba – passeio lado oeste de Jeri. Foto: Levarti
GFOESTE06 1 1024x683 - Praia de Jericoacoara - o que fazer, como chegar e qual a melhor época para visitar
Atividades opcionais como o stand up pude na Lagoa de Tatajuba preenchem os passieos pelo lado oeste de Jeri. Foto: Levarti

O local aliás é bem deserto. Não há nada ao redor além de dunas e outras lagoas que ainda não são exploradas pelos passeios. O que pode agradar – e muito, aqueles que preferem lugares mais tranquilos e sem agitação.

Por lá, também é possível aproveitar as redinhas armadas dentro da Lagoa e outras atividades opcionais como o stand up pudle.

Como fazer o passeio Litoral Oeste ?

O passeio pelo Litoral Oeste pode ser reservado antecipadamente, através da internet, com comodidade e segurança. Além de ajudar a organizar melhor o orçamento da viagem, reservando online, você ainda conta com condições especiais de pagamento e pode remarcar gratuitamente, se precisar.

Acesse nosso site e confira!

Confira também nosso vídeo no YouTube e veja todos os atrativos do Passeio Litoral Oeste.

REDDSC 1723 1024x683 - Praia de Jericoacoara - o que fazer, como chegar e qual a melhor época para visitar

2 – Passeios em Jericoacoara: litoral leste

O lado Leste de Jericoacoara é o mais procurado pela maioria dos visitantes que chegam à praia. Ele faz um trajeto passando pela Árvore da Preguiça, uma árvore que cresceu “deitada”, devido os fortes ventos da região; pela Lagoa Azul e Lagoa do Paraíso, Praia do Preá e tem uma parada opcional na Pedra Furada.

Assim como para o lado oeste, as opções de transporte para visitar esses atrativos são de buggy, quadriciclo ou jardineiras compartilhadas.

Conheça os detalhes dos atrativos:

Lagoa do Paraíso

A Lagoa do Paraíso é o principal atrativo do litoral leste, e o mais comum é passar praticamente o dia todo por lá. Nos últimos anos, o local ganhou uma excelente estrutura de barracas e restaurantes, que servem como ponto de apoio para os turistas aproveitarem.

A mais famosa é o Alchymist Beach Club, barraca que se impôs quase que como um atrativo de Jericoacoara, com uma passarela para selfies, tendas, Djs e uma variedade de bebidas e comidas.

Nos finais de semana o local costuma estar sempre lotado, principalmente pelo público mais jovem. Cobra-se R$ 20 (que não é revertido em consumação) para entrada. Quem chega de barco ou prancha pela Lagoa, não paga entrada.

Com a cheia de 2019, o Alchymist perdeu a larga faixa de areia branquinha. Mas, ainda é possível aproveitar as espreguiçadeiras e redes armadas dentro da Lagoa.

GF4X402 1024x683 - Praia de Jericoacoara - o que fazer, como chegar e qual a melhor época para visitar
Passeio lado leste de Jericoacoara – Lagoa do Paraíso. Foto: Levarti
AdobeStock 240810632 1024x682 - Praia de Jericoacoara - o que fazer, como chegar e qual a melhor época para visitar
Lagoa do Paraíso.

Existem ainda opções de barracas e restaurantes mais econômicas ao longo da extensão da Lagoa do Paraíso. Você pode perguntar ao guia do passeio qual delas é melhor pro estilo de viagem – e bolso.

Parque Nacional das Dunas de Jericoacoara

O Parque Nacional das Dunas de Jericoacoara é sem dúvidas, o cenário mais encantador desse destino. E, mesmo com todo o clima de sossego e tranquilidade do vilarejo, nada se compara ao vislumbre inevitável de se avistar as “montanhas” de areia espalhadas por toda a parte, formando contornos tão bem desenhados que mais parecem ter sido feitos à mão.

REDDSC 1135 1 1024x683 - Praia de Jericoacoara - o que fazer, como chegar e qual a melhor época para visitar
Parque Nacional de Jericoacoara. Foto: Levarti

A outra surpresa são as imensas lagoas com águas cristalinas formadas entre as dunas do parque; e acredite, você pode considerar elas muitas mais atraentes do que a própria Lagoa do Paraíso.

REDDSC 1137 1024x683 - Praia de Jericoacoara - o que fazer, como chegar e qual a melhor época para visitar
O Parque Nacional de Jericoaocara é um dos cenários mais exuberantes desse destino. Foto: Levarti

As lagoas estão espalhadas por todas as partes. Cada uma com seu formato e tonalidade de águas diferentes. E, mesmo que não estejam incluídas ao roteiro tradicional do passeio, uma parada para banhar-se nessas águas é irrecusável.

Pedra Furada

Antigamente, os passeios pelo litoral leste terminavam neste outro cartão postal de Jeri. Atualmente eles não vão mais até lá, e no máximo deixam os viajantes no inicio da trilha para a tal pedra – que exige aproximadamente vinte minutos de caminhada.

No início da trilha são oferecidos passeios de charrete que podem substituir a caminhada, ao custo de R$ 15 a R$ 20 por pessoa (ida e volta).

JIC01 1024x683 - Praia de Jericoacoara - o que fazer, como chegar e qual a melhor época para visitar
Pedra Furada – passeio litoral leste de Jeri. Foto: Levarti

A beleza da pedra é realmente incontestável, principalmente se você considerar que ela está localizada numa parte deserta da praia de jericoacoara. A sessão de fotos por aqui é certa!

Aliás esse é um detalhe importante: em sua visita, é bem provável que você tenha que aguardar na fila para fazer fotos no local.

Árvore da Preguiça

No trajeto até a Praia do Preá está a Árvore da Preguiça, outra parada clássica para fotos nos passeios em Jericoacoara.

O nome científico da sua espécie é Conocarpus Erectus, conhecida popularmente como Mangue-de-Botão. Por causa dos fortes ventos da região, ela cresceu curvada, como se estivesse deitada ou se arrastando pelo chão.

Fazer um passeio apenas para visitar a árvore não vale tanto a pena assim, afinal, é apenas uma árvore que ficou torta. Talvez o cenário desértico em que ela se encontra seja mais atraente, por possibilitar caminhadas tranquilas à beira mar.

GF02 1024x683 - Praia de Jericoacoara - o que fazer, como chegar e qual a melhor época para visitar
Árvore da Preguiça. Foto: Levarti

Praia do Preá

Situada a cerca de 12km de Jeri, a Praia do Preá é um dos points de kitesurfistas do mundo todo, principalmente entre os meses de julho e dezembro, quando as condições de ventos no Ceará tornam-se ainda melhores para a prática desses esportes na região.

O local vale muito a pena para quem quer curtir o dia inteiro. Porém, no caso do passeio leste, a parada é apenas para fotos.

Como fazer o passeio Litoral Leste ?

O passeio pelo Litoral Leste pode ser reservado antecipadamente, através da internet, com comodidade e segurança. Além de ajudar a organizar melhor o orçamento da viagem, reservando online, você ainda conta com condições especiais de pagamento e pode remarcar gratuitamente, se precisar.

Acesse nosso site e confira:

Confira também nosso vídeo no YouTube e veja todos os atrativos do Passeio Litoral Leste.

REDDSC 1723 1024x683 - Praia de Jericoacoara - o que fazer, como chegar e qual a melhor época para visitar

3 – Passeio Praia de Barrinha

Outra opção de passeios em Jericoacoara –– esse menos tradicional –– é o que leva até a Praia de Barrinha, localizada a cerca de 25km de Jeri.

Por ser praticamente deserta, o destino é ideal para quem busca contato com a natureza e muito descanso. Mas não é só isso: em Barrinha, encontramos instalado entre as dunas o restaurante Komaki, uma excelente opção para quem deseja saborear os melhores pratos da Região.

Esse restaurante ganhou fama entre os frequentadores por oferecer, além de excelente gastronomia, uma estrutura completa para receber os visitantes, com redes armadas em varandas, cadeiras de praia e um mirante que oferece uma visão sem igual desse cenário majestoso.

Como fazer o passeio para Barrinha ?

O passeio até a Praia de Barrinha pode ser reservado antecipadamente, através da internet, com comodidade e segurança. Além de ajudar a organizar melhor o orçamento da viagem, reservando online, você ainda conta com condições especiais de pagamento e pode remarcar gratuitamente, se precisar.

Acesse nosso site e confira:

4 – Pôr do sol em Jericoacoara

ObaJeri15 1024x683 - Praia de Jericoacoara - o que fazer, como chegar e qual a melhor época para visitar
Pôr do Sol em Jericoacoara. Foto: Levarti

O Pôr do sol em Jeri sem dúvidas é um dos principais atrativos para quem visita a pequena vila de pescadores; e o melhor é que não é preciso desembolsar nenhum centavo para assistir a esse espetáculo da natureza.

A Duna pôr do sol fica bem ao lado da Vila, acessível a poucos metros de caminhadas onde em alguns pontos, pequenas correntezas de águas cristalinas refrescam os pés.

REDDSC 1192 1024x683 - Praia de Jericoacoara - o que fazer, como chegar e qual a melhor época para visitar
Duna Pôr do Sol em Jericoacoara. Foto: Levarti

A subida é bem tranquila e o cenário avistado de cima já dá os primeiros sinais do que está por vir.

O clima no local é super descontraído e carrega consigo, por assim dizer, uma certa “magia”. O ápice, claro, é quando o sol começa a se pôr, formando um espetáculo de cores no céu que chega a ser hipnotizante.

Os registros fotográficos são indispensáveis; mas parar e simplesmente observar e “sentir” o momento, sem dúvidas é um dos pontos altos de uma viagem em Jericoacoara.

5 – Noite de Jericoacoara

Depois de passar o dia inteiro curtindo os passeios em Jericoacoara, nada melhor do que curtir a noite no centro da vila.

O burburinho começa logo após o pôr do sol, quando os bares e restaurantes começam a abrir as portas. Mas antes disso, em uma das ruazinhas que dão acesso à duna pôr do sol, diversas barraquinhas ambulantes oferecem os mais variados tipos de drinks feitos à base de frutas locais.

O cheiro dos pratos preparados nas cozinhas dos restaurantes logo começa a circular pelo ar, enquanto crianças correm e brincam pelas ruas ainda de areia da vila.

Por falar em comida, a gastronomia foi outro destaque que nos chamou atenção na noite de Jeri. Há restaurantes dos mais diversos tipos: desde os que servem os maravilhosos pratos locais até os especializados em cozinhas internacionais.

Bares estão sempre lotados. A maior parte deles com shows ao vivo dos mais diversos gêneros musicais. A decoração chama atenção por ser simples e rústica, como Jericoacoara, mas ao mesmo tempo super charmosa.

6 – Beco do forró

REDDSC 1271 1024x683 - Praia de Jericoacoara - o que fazer, como chegar e qual a melhor época para visitar
Beco do forró em Jericoacoara. Foto: Levarti

Cearense que se preza não perde um bom forró pé de serra. E para não perder a tradição, o Beco do Forro é o melhor lugar em Jeri para você cair no arrasta pé.

Como o próprio nome diz, a ruazinha é o point do forró em Jericoacoara, com boas opções bares e restaurantes para quem quer dançar forró a noite toda. E claro, não é preciso ser cearense para amar essa cultura.

Qual a melhor época para visitar Jericoacoara?

Faz bastante sol o ano todo no Ceará, mas existe uma época chuvosa.

  • Os meses mais chuvosos são entre janeiro e junho, e é justamente nesse período que as lagoas de Jericoacoara costumam ficar bem cheias. Em julho, período da alta estação, quase já não chove mais, e você poderá aproveitar ao máximo as belezas naturais de Jeri.
  • A partir de agosto, algumas lagoas começam a secar, mas não é o caso da Lagoa do Paraíso, que costuma ficar sempre cheia. Se estiver fugindo dos preços mais alto da alta temporada, saiba que agosto também é considerado alta estação por aqui, por conta das férias europeias.
  • Por ser época de férias para os europeus, o mês de agosto é muito procurado pelos estrangeiros. Por conta do aumento da procura, os preços também podem aumentar.
  • A temporada de esportes como kitesurf e windsurf, começa em julho, com o aumento da quantidade de ventos. Venta muito de agosto a dezembro.

Como chegar em Jeri

Jericoacoara está situada a cerca de 300km da capital, Fortaleza . Percurso que pode ser realizado contratando um serviço de transfer privativo, compartilhado ou ainda, em ônibus que seguem até Jijoca.

Ao chegar, uma novidade: a cobrança da Taxa de Turismo Sustentável por dia de permanência. O pagamento é obrigatório e você deve apresentar o formulário na pousada em que ficar hospedado.

Você pode pagar pela internet, clique aqui!

Transfer privativo

  • O transfer privativo é a opção mais rápida e confortável para você chegar em Jeri. O tempo de viagem leva entre 4h30 e 5h, dependendo das condições da estrada.
  • A viagem tem custo variado para veículo até 4 pessoas e veículo para até 6 pessoas. Varia de acordo com o período da sua viagem.
  • O ponto de saída é indicado pelo viajante, que pode ser do aeroporto ou hotel em Fortaleza, o que representa um diferencial de comodidade para sua viagem.
  • Outra alternativa é fazer a viagem off road, passando por outras belíssimas praias do litoral oeste cearense. Entre elas estão Lagoinha, Guajiru, Flexeiras, Mundaú, Praia da Baleia, Icaraizinho de Amontada e Itarema.

Transfer compartilhado

  • O transfer compartilhado é indicado para aqueles que viajam sozinhos (a) ou em grupos menores. O diferencial desse serviço é que ele é cobrado por pessoa, o que o torna mais barato.
  • O tempo de viagem é o mesmo (entre 4h30 e 5h). Os valores desse serviço costumam variar de acordo com o período da sua viagem.
  • Por tratar-se de serviço compartilhado com outros viajantes é importante ficar atento aos horários de saída. Nessa opção a saída é definida pela própria agência de acordo com o local de partida.
  • As saídas são diárias, mas em geral, o último carro sai por volta das 19h.

Transfer regular: ônibus + jardineira (saída dos hotéis)

  • Com saídas diárias a partir dos hotéis da Praia do Futuro, Av. Beira Mar e Praia de Iracema, o transfer regular é realizado em ônibus ou vans, de acordo com o número de passageiros, e segue até Jijoca; onde é realizada a troca do veículo para uma jardineira.
  • O trecho de Jijoca até Jeri, realizado na jardineira, já está incluso no valor da passagem.
  • O embarque inicia a partir das 6:50 e termina por volta das 8h. Ao todo, o tempo estimado pode chegar a 7h de viagem.
  • O preço é por pessoa.